Ocorreu um problema!

Detectamos que seu browser não suporta as tecnologias utilizadas neste website. Pedimos que o atualize para a versão mais recente, ou instale o browser Google Chrome para continuar sua visualização.

Visões de Futuro + 15

Pesquisa de Inovação e Tendência na Sociedade

Filtros:

Acesse o Relatório Final do Projeto >>
X

Visões de Futuro + 15

Pesquisa de Inovação e Tendência na Sociedade

Neste ano, a Fundação Telefônica Vivo completa 15 anos, e enquanto preparávamos o planejamento para 2015, repensando nossos investimentos sociais e posicionamento, sentimos a necessidade de olhar para o futuro, para inovar e construir um caminho desejado para as transformações sociais.

Em parceria com a empresa Symnetics, levantamos, a partir de macrotendências sociais, uma série de visões de futuro. Como nos filmes de ficção, foram estudados possíveis cenários de um futuro próximo. E para agregar e fortalecer esse conteúdo, solicitamos ao Instituto Fonte a prospecção de iniciativas inovadoras, em âmbito mundial, a partir de sete temas: plataformas de inovação aberta, mobilização e tecnologia, direitos humanos, aprendizagem, inovação na gestão pública e novos radares. A união destes dois estudos inspirou a todos da Fundação Telefônica Vivo a revisitar suas iniciativas e criar um plano de ação para inovar, principalmente, em sintonia com as tendências do mundo em que vivemos. O resultado gerou esta publicação, Visões de Futuro +15, que esperamos que sirva de inspiração para outros atores sociais que querem sair do lugar comum.

A ideia foi mudar a forma clássica de olhar para trás para construir o futuro. Com Visões de Futuro +15, olhamos para frente a fim de direcionar a construção do futuro que desejamos. Ao todo são 180 iniciativas que já acontecem ou que podem vir a acontecer. Esperamos que uma ou algumas delas possam te inspirar.

X

Os “Centênios”

Em seu 15o. Aniversário e estimulada por sinais e tendências do presente a Fundação Telefônica Vivo criou o projeto “Visões de Futuro +15”, cujo objetivo foi de traçar e especular de maneira aberta os rumos da sociedade nos próximos 15 anos. Fruto desse trabalho surge a estória sobre os “centênios”, um possível futuro baseado na situação “E se… uma boa parte da população passasse a viver com qualidade até os 100 anos?”. O resultado você confere no video:
X

A Nova Economia

Em seu 15o. Aniversário e estimulada por sinais e tendências do presente a Fundação Telefônica Vivo criou o projeto “Visões de Futuro +15”, cujo objetivo foi de traçar e especular de maneira aberta os rumos da sociedade nos próximos 15 anos. Fruto desse trabalho surge a estória sobre “a nova economia”, um possível futuro baseado na situação “E se… as novas tecnologias alterassem as bases da atual economia?”. O resultado você confere no video:
X

Voluntivismo

Em seu 15o. Aniversário e estimulada por sinais e tendências do presente a Fundação Telefônica Vivo criou o projeto “Visões de Futuro +15”, cujo objetivo foi de traçar e especular de maneira aberta os rumos da sociedade nos próximos 15 anos. Fruto desse trabalho surge a estória sobre os “voluntivismo”, um possível futuro baseado na situação “E se… os cidadãos amadurecessem digitalmente?”. O resultado você confere no video:
X

Visões de Futuro + 15

Pesquisa de Inovação e Tendência na Sociedade

Coordenação:

Fundação Telefônica Gustavo Nemezio Américo Mattar Patricia Santin Luis Guggenberger Gabriella Bighetti Luciana Novaes Eliane Matiko

Pesquisa e Planejamento:

Symnetics André Coutinho Anderson Penha Max Yogoro Paula Borgo Wendeline Van Der Feltz

Pesquisadores:

Instituto Fonte Elaine Smith João Amorim Marina Oliveira Talita Montiel

Webcrawling:

NGPTI Dalton Martins

Arquitetura de informações:

MOB Luiz Bouabci

Desenvolvimento do site:

Sobrado Produtora Digital Enrique Trevelin

Produção dos vídeos:

Artheria Gérah Flores Lu Tsu Luís Maximus
X

Visões de Futuro + 15

Pesquisa de Inovação e Tendência na Sociedade

Sobre o Modelo de Visualização das Informações Coletadas

O tipo de visualização escolhido para representar os resultados do projeto é chamado grafo. Grafos são estruturas matemáticas usadas para modelar as relações entre pares e objetos. São compostos por "vértices" ou "nós", conectados por linhas chamadas “arestas”.

Os grafos podem ser usados para modelar muitos tipos de relações e processos, como os biológicos, os sistemas sociais e de informação.

O artigo de Leonhard Euler, publicado em 1736, sobre o problema das sete pontes de Königsberg, é considerado o primeiro resultado da teoria dos grafos. É também considerado um dos primeiros resultados topológicos na geometria; isto é, não dependente de quaisquer medidas.

O grafo foi escolhido como modelo de visualização por sua capacidade de mostrar todos os elementos coletados pela pesquisa ao mesmo tempo, além da relação entre eles. A forma como os nós aparecem dispostos em um grafo é chamada distribuição. A distribuição é atribuída por um ou mais algoritmos que modelam a rede de acordo com a intenção de quem os cria.

Aqui o algoritmo utilizado foi o Force Atlas, o qual organiza os nós pela força da relação entre eles, procurando separar os chamados "pequenos mundos", núcleos super conectados, da "rede de livre escala", a dimensão mais periférica da rede.

Com o uso do Force Atlas procurou-se mostrar a consistência das macrotendências mapeadas pela Symnetics não como eventos isolados no tempo ou no espaço, mas como fenômenos conectados entre si que se manifestam simultaneamente em várias partes do globo. A proximidade dos nós no “pequeno mundo”, o miolo da rede, mostra exatamente isso. Arraste os nós para ver como o grafo se reorganiza.

O tamanho dos nós indica a relevância de uma determinada macrotendência, categoria, iniciativa ou país, ou seja, o quanto ele se conecta a outros nós.

Ao clicar em um nó, você verá como ele se conecta a outros nós e sua descrição aparecerá ao lado esquerdo. Você pode navegar dessa maneira ou pelos filtros na barra superior. Para ver o nome dos nós com os quais o nó escolhido se conecta, simplesmente passe o mouse sobre eles ou acesse o menu ao lado esquerdo do grafo. Para fazer com que todos os nós apareçam novamente, clique sobre o nó que você clicou primeiro.

Todos os nós passaram por um processo de taxonomia através do qual lhes foram atribuídas etiquetas ou tags. Você pode vê-las e navegar por elas usando o menu na barra superior, ou clicando sobre elas na nuvem ao lado esquerdo do grafo que mostra a relevância dessas tags no conjunto. Quanto maior, significa que foram mais utilizadas.

Note que no canto superior direito está um botão para que você acesse o relatório final de projeto da Symnetics. Nele, além do resumo da metodologia e outros aspectos do projeto, você poderá ver três cenários emulados pela Symnetics através da combinação de macrotendências. Você pode ver essas combinações no grafo também através do menu Cenários na barra superior. Ao fazer isso, além de os nós referentes ao cenário escolhido se acenderem no grafo, um link de acesso a um vídeo que ilustra esse cenário ficará disponível do lado esquerdo.

Veja as ligações desse nó

Envelhecimento da população

Assista ao vídeo

Legenda

Veja o tutorial